Ensinar Sofia
é ensinar Sabedoria

DT_Sofia-sepia

Felizes na interacção e na aprendizagem

O Projecto Sofia é um projecto de felicidade para os educadores-professores e para os educandos-aprendentes, segundo um currículo integrado com a vida.

Projecto SOFIA

O Projecto SOFIA recebe o nome do conceito homónimo grego que significa SABEDORIA. Porém, o conceito de sabedoria que propõe, vai mais além do que significa o conceito grego de Sofia.

Segundo o Projecto Sofia, o estudante vive e aprende assim:

  • Pensa e investiga, analisa e confronta, desvenda e “domina”, ao jeito da sofia e da aletheia, gregas;
  • Aprende, cria e transforma de forma respeitosa e harmónica com toda a natureza, sentindo e controlando as energias do seu corpo e da sua mente, na linha da sabedoria oriental;
  • Procura incondicionalmente o bem, a verdade e o belo, na rectidão e na justiça, no sentido da sabedoria bíblica;
  • Decide responsavelmente ser pessoa, aprendendo por si próprio e com ajuda, com inteligência, em liberdade responsável e por amor, porque é um ser humano, criado à imagem e semelhança de Deus.

Descritivamente, a sigla S.O.F.I.A. significa Sinergia Operativa dos Factores Integradores da Aprendizagem. Existencialmente, significa Ser Ousadamente Feliz na Interacção e na Aprendizagem.

A Sabedoria manifesta-se no desenvolvimento harmónico e sinfónico das próprias capacidades, em comunhão de ensino e de aprendizagem e na partilha voluntária de recursos e dúvidas.

 

 

NÃO por disciplinas

O currículo de ensino-aprendizagem só é útil e benéfico se contribuir para a finalidade última da educação, que é a cultura e a felicidade integral da pessoa, como indivíduo e como membro da comunidade humana.

Um currículo desintegrado da vida, esfacelado por disciplinas, esquadrejadas em gabinetes ideológicos, não passa de uma forma organizada de perder tempo e um ultraje à inteligência de quem quer aprender. Alem disso, ofende claramente o sentido unitário da vida.

Uma solução é organizá-lo em áreas de significado.

As áreas de significado é que pedem e dão sentido aos temas curriculares adoptados, em cada país, zona ou mesmo escola.

Os temas curriculares, por sua vez, explicitam e promovem os conhecimentos, as competências e as virtudes, que dão corpo antropológico e cultural aos projectos educativos específicos de cada instituição educativa.

Currículo integrado

CurriculoIntegrado
A figura ilustra como um currículo pode ter na devida conta os problemas e as legítimas aspirações individuais, assim como os problemas e as aspirações sociais. O ponto de encontro é necessariamente o Nós, isto é, a comunidade, que se constrói e manifesta na relação entre os educadores, entre os educadores e os educandos e entre os educandos.

 

SIM por áreas de significado

Estudando segundo um currículo integrado com a vida e organizado em áreas de significado, ajudado pelos professores, o estudante e aprendente tem a possibilidade de conhecer e intervir activa e sabiamente na realidade:

  • Penetra-a e desvenda-a, buscando a sua verdade, sem impedimentos de espécie alguma (Intelecção);
  • Afecta-a e deixa-se, ética e inteligentemente, afectar por ela (Afeição);
  • Transforma-a para melhor, com inteligência e amor (Transformação: intervir para melhorar);
  • Comunica crítica e criativamente os conhecimentos e a experiência adquirida, assim como as dúvidas (Comunicação).

O Projecto Sofia propõe três áreas gerais de significado: Ética e Cidadania, Ciência Integrada, Comunicação.